RPG

written by atlas on Março 4, 2015 in Blog with no comments

RPG

 

Tudo começou com um grupo de pessoas (na verdade, soldados), que estavam viajando em meio à tempestade, quando avistaram uma montanha e resolveram se abrigar no subsolo.

Ao entrarem na montanha, logo perceberam que havia pessoas morando lá. Mas os soldados só pensaram em se abrigar, pois muitos estavam doentes. Assim, chegando a um local que lhes parecia seguro, todos resolveram se acomodar e descansar, pegando logo no sono. Horas depois, acordaram, ainda no mesmo local, rodeados de pessoas completamente desconhecidas. Após o susto inicial, os soldados perceberam que essas pessoas eram amigáveis, habitantes da montanha, e, enquanto eles dormiam, esse povo os protegia.

O chefe do povo que morava na montanha pediu que os soldados protegessem o reino contra criaturas assustadoras, dando-se conta que eram fortes guerreiros.

No dia seguinte, todos estavam preparados para a luta, armados até os dentes com arcos, espadas, machados, bestas e martelos. Ao saírem, avistaram uma nuvem com criaturas voadoras, grandes, com cinco olhos. Logo pegaram suas armas e começou a guerra.

Todos os soldados (eram dez ao todo, incluindo um lobisomem e magos portadores de raios) atiravam e despedaçavam as criaturas perversas. Alguns guerreiros se machucaram, mas conseguiram destruir os monstros (também em número de dez). Mas logo perceberam que não havia acabado. Havia mais um monstro, mais assustador e mais poderoso que os outros dez: era enorme, com milhares de pequenos olhos, rodeando um grande olho central. De todos os olhos saíam raios poderosos, capazes de desintegrar uma pessoa ou até os objetos mais duros. O monstro logo atirou em um dos soldados, mas não o acertou. Mesmo cansados, os soldados investiam contra o monstro. Cada vez mais alucinado pelos ataques, o monstro tentava atingir os guerreiros, mas em vão.

Finalmente, o soldado-lobisomem rasgou o olho principal do monstro atordoando-o, e logo depois um mago soltou um raio estrondoso fazendo a criatura explodir em vários pedaços.

Após a vitória dos soldados sobre as criaturas perversas, seu líder os levou de volta para o reino, onde comemorariam a conquista.